Transtorno de Ansiedade devido a uma condição médica

Circunstâncias especificas da vida de uma pessoa podem causar ansiedade. Sabemos, por exemplo, que a adolescência costuma ser uma fase naturalmente problemática para a maioria das pessoas, especialmente para os pais dos adolescentes. Adolescentes costumam ser mais ansiosos, portanto a adolescência pode ser caracterizada como uma fase da vida onde pode haver mais ansiedade relacionada. Mas a adolescência é uma fase normal, que acontece com todas as pessoas e está associada a diversos outros fatores que podem predispor alguém à ansiedade, como por exemplo a puberdade, devido a alterações hormonais e no corpo.

Há, no entanto, um transtorno de ansiedade que está relacionado a alterações que não são normais. Esse transtorno é caracterizado como Transtorno de Ansiedade Devido a uma Condição Médica. Esse tipo de transtorno é diagnosticado quando uma condição médica induz ansiedade e precedeu o início desta.

É claro que ninguém gosta de ficar doente, e o simples fato de estar doente já predispõe a pessoa à ansiedade. No entanto, não estamos falando aqui de uma ansiedade normal, mas de um aspecto intenso de ansiedade. Nesse caso, ataques de pânico ou crises de ansiedade intensa costumam predominar no quadro. Deve-se identificar sofrimento clinicamente significativo e prejuízo no funcionamento biopsicosocial. Ou seja, além da doença específica causar prejuízo de saúde para a pessoa, ela pode experimentar também prejuízo na família, no trabalho e nos prazeres da vida diária, mas que estejam associados à ansiedade.

Para explicar melhor, precisamos de um bom exemplo. Imaginamos que Angela esteja experimentando um quadro de sintomas de ansiedade do tipo: sudorese, irritabilidade, perda de peso inesperada e batimentos cardíacos rápidos. A princípio um clínico pode achar que isso é devido a qualquer coisa. No entanto, ele indica um psicólogo ao mesmo tempo em que passa exames para que Angela faça.

Então Angela entra no psicólogo e começa a trabalhar com ele. No meio do tratamento o resultado dos exames chegam e ela descobre que está com hipertireoidismo. Hipertireoidismo é uma condição médica, uma doença que precisa de atenção e tratamento. Essa doença pode causar todos os sintomas descritos acima, já que produz o hormônio tiroxina em excesso.

No caso, Angela estava experimentando a ansiedade devido a ocorrência do hipertireoidismo. Ou seja, se trata de um transtorno de ansiedade devido a uma condição médica específica e conhecida.

Para se dar esse diagnístico, é importante que a doença seja conhecida e que a relação dela com a ansiedade seja explicada por um mecanismo fisiopatológico claro. Portanto, uma coisa tem que causar a outra.

Neste caso, o tratamento psicoterápico pode ajudar, mas não poderá ser feito sozinho. Geralmente, precisa-se tratar os dois casos, já que seria impossível tratar a ansiedade sem cuidar também do hipertireoidismo ao mesmo tempo em que, tratando a ansiedade na psicoterapia, seria mais um fator de melhora atribuído à condição médica do hipertireoidismo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s